terça-feira, março 23, 2010

Just delivering

O Presidente Barack Obama assinou hoje a Lei da Reforma do Sistema de Saúde, um passo tão histórico quanto gigantesco no sentido da superação daquela que é, porventura, a mais aflitiva inequidade da sociedade americana. Marcante já tinha sido, aliás, a votação no passado Domingo. Custou, mas já está. Para júbilo e o real benefício de milhões de cidadãos até agora simplesmente sem qualquer tipo de protecção em matéria de saúde. Isto na super-poderosa América. O que torna ainda mais espantosa a sanha com que determinados sectores (= interesses constituídos) tudo fizeram para que a Health Care Bill não visse a luz do dia. Mas meritória a forma como o Presidente Obama batalhou e fez batalhar. “Do it for the American people”, lançou ele no seu derradeiro apelo aos legisladores, horas antes do voto. É importante observar agora como esta nova lei vai mudar a face social e humana da América. Pois vai, efectivamente. Sem dúvida, o “yes, we can” no seu mais alto momento. Ou aquela América merecedora de admiração.
Para mais, aqui.

2 comentários:

Amílcar Tavares disse...

Uma grande vitória! Mas ainda há muito por fazer pois 40% acha que que é uma má lei.

jt disse...

É verdade, Amílcar. Há muito ainda a fazer. Acredito que uma boa campanha de informação sobre as vantagens da lei fará aumentar ainda mais o número dos seus defensores. Mesmo muitos dos potenciais beneficiados não sabem bem qual o impacto que o novo regime vai ter nas suas vidas. Os “contra” a reforma do sistema de saúde jogaram forte e duro na desinformção. Agora há que contrapor tudo isso e acelerar a implementação da reforma. Para já, o feitiço já foi quebrado. Abraço, JT